Copom pode cravar a Taxa Selic em 4,5%

0

O Comitê de Política Monetária do Banco Central do Brasil se aproxima de sua última reunião do ano de 2019. Com a expectativa de novo corte na Taxa Selic, o encontro de dois dias que será iniciado nesta terça-feira (10), será divulgado às 18:00h da quarta-feira (11).

Expectativa do mercado

Existe grande expectativa no mercado sobre o teor da comunicação a ser apresentada pela autoridade monetária nesta quarta-feira, ponto-chave para guiar as projeções dos agentes, economistas e analistas para o próximo ano.

Será que a Taxa Selic atinge a mínima histórica novamente?

O corte de 0,50 ponto percentual na Taxa Selic, recuando de 5% ao ano para 4,5% ao ano, é dado como certo por vários players de mercado. Existe uma unanimidade de expectativa no mercado financeiro de taxa básica de juros encerrando o ano de 2019 aos 4,5% ao ano.

O próprio Banco Central sinalizou fortemente na última reunião de Comitê realizada em outubro/2019 para o movimento de novo corte de 0,50 ponto percentual a ser realizado neste mês de dezembro/2019.

Palavras do Banco Central

O trecho mencionado logo abaixo, extraído do comunicado do Banco Central, não deixa muitas dúvidas:

“Na avaliação do Copom, a evolução do cenário básico e do balanço de riscos prescreve ajuste no grau de estímulo monetário, com redução da taxa Selic em 0,50 ponto percentual. O Comitê avalia que a consolidação do cenário benigno para a inflação prospectiva deverá permitir um ajuste adicional, de igual magnitude.”

Dúvidas do Mercado para 2020

Até então, havia incerteza do mercado com relação aos movimentos a serem realizados em 2020. Uma parte acreditava (alguns ainda acreditam) que a taxa Selic deverá continuar recuando ao longo do próximo ano. Outros que esperavam recuo para 2020 estão revisando as projeções para manutenção em 4,50%.

A mediana das expectativas dos analistas e economistas para a taxa Selic divulgada no último no Boletim Focus é de 4,50% ao ano ao final de 2020.

Já o TOP 5 do Focus (grupo de economistas que mais acertam as projeções) espera Selic de 4,25% ao ano ao final de 2020. Entretanto, o mesmo TOP 5 estava com projeção de Selic de 4,00% no levantamento anterior, o que revela queda no nível de otimismo para manutenção do ciclo de afrouxamento monetário no próximo ano.

Com as estimativas do TOP 5 indo de encontro à mediana do Focus, as expectativas do mercado para continuação do ciclo de cortes na taxa Selic no próximo ano estão bastante diminutas neste momento.

A recuperação econômica do Brasil

Com os indicadores mais recentes sinalizando para aceleração no ritmo de retomada de crescimento da economia brasileira, o mercado tem adotado, justificadamente, uma postura mais cautelosa com o futuro da taxa Selic.

CTA para Post no Blog

O contrato de juros futuros com vencimento em 2020 está pagando atualmente 4,51% ao ano, conforme fechamento observado na última segunda-feira, praticamente no mesmo nível esperado para a taxa Selic ao final do ano que vem.

Gráfico sobre o Juros DIF20

Alinhamento no discurso

Neste momento, o mercado está perfeitamente alinhado com a comunicação da autoridade monetária. Também no encontro de outubro/2019, o Banco Central ressaltou que “entende que o atual estágio do ciclo econômico recomenda cautela em eventuais novos ajustes no grau de estímulo.”

Devemos ter cuidado!

O crescimento do PIB, juntamente com um dólar mais elevado, pode criar pressão inflacionária para o médio/longo prazo.

Apesar de os indicadores ainda não estarem sinalizando ameaça à meta de inflação a ser perseguida pela autoridade monetária, é importante demonstrar cautela para o início do próximo ano, até mesmo para demonstrar rigorosidade com a política de metas de inflação, mantendo a confiança elevada reconquistada na gestão Goldfajn com os agentes econômicos.

Saiba como o valor da taxa básica de juros impacta nos seus investimentos clicando aqui!

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of