Nem parece que o ano de 2020 começou com o dólar cotado a R$ 4,00. O Real vem se depreciando frente ao dólar dia a pós dia desde a virada do ano, sem causar muito alarde no mercado financeiro.

Qual valor ideal para o Dólar?

Ainda há muita discussão sobre o patamar de câmbio ideal. Alguns acreditam que o dólar está oscilando num nível de preço aceitável/interessante, outros defendem que o dólar precisa recuar novamente, voltando a se aproximar dos R$ 4,00.

Desde o início deste ano o mercado vem testando o Banco Central para tentar identificar o nível de desconforto do governo e/ou autoridade monetária com a nossa moeda. A melhor forma de testar este nível é empurrar o dólar contra o real e aguardar o momento em que haverá uma reação.

usdbrl diário
Gráfico: $USDBRL Diário

Não por acaso, o dólar saltou de R$ 4,00 para R$ 4,35 no fechamento desta última quinta-feira. A ausência do principal player no game do câmbio acabou contribuindo para a intensidade de valorização do dólar no curto prazo.

Intervenção do Banco Central

Entretanto, na manhã desta quinta-feira, o Banco Central realizou um leilão de contratos de swap cambial tradicional sem aviso prévio. No momento em que a autoridade entrou no mercado, a moeda estava sendo cotada a R$ 4,38. Pouco tempo depois, o dólar chegou quase tocar nos R$ 4,30.

A oscilação, atípica, considerada muito forte para um único dia no mercado de câmbio, é o primeiro reflexo das reações dos players de mercado, possivelmente começando movimentos de reajustes em suas respectivas posições.

O Banco Central quebrou o gelo que havia formado com o mercado e anunciou que entrará para o game novamente amanhã, com mais um leilão de 20 mil contratos de swap cambial tradicional, operação equivalente a 1 bilhão de dólares.

usdbrl semanal longo
Gráfico: $USDBRL Semanal Longo

Dólar nas alturas

O timing de reação da autoridade monetária não causou surpresa. Ao expandir o gráfico do dólar contra real, pode-se constatar que a região dos R$ 4,25 / R$ 4,30 foram preços de máximas (picos) dos últimos anos, patamar psicológico considerado relevante para o mercado.

Comparando com o desempenho do real frente as demais moedas globais, ou mesmo contra os seus pares, a intervenção do Banco Central pode ser justificável. A depreciação do real contra o dólar neste ano é de 7,44%, o pior desempenho entre 33 pares relevantes da moeda norte-americana.

Saiba mais sobre comoDólar pode impactar em seus investimentos! Converse com nossos assessores clicando aqui!

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Comentário
Nome