Tempos de incertezas no mercado financeiro

0
Foto de uma tempestade, simbolizando o momento de incerteza no mercado fincaneiro

Vivemos tempos difíceis de muitas incertezas no mercado financeiro. Nem o mais pessimista indicaria este cenário até poucos dias atrás. Mas diferente de outras crises, essa pegou o mundo de surpresa e foi provocada por uma doença que atinge o mundo todo e tem unido esforços de pesquisadores e governos para combatê-la.

Marcas da batalha

Numa batalha dessas, certamente marcas ficarão, mas também acredito que será uma oportunidade de sairmos mais fortes. As incertezas no nas questões econômicas são imensas e isso traz pânico aos mercados, embora os governos não tenham medido esforços para reduzir os impactos da crise.

Essa crise é diferente da última grande crise (2008) em que houve ganância através de alavancagem imobiliária e os esforços não foram coordenados ou foram tardios. Nesta crise há um esforço conjunto das nações tanto na parte econômica, como na parte de saúde.

Dinheiro e impostos?

Na parte econômica observa-se a política monetária com trilhões de dólares sendo injetados no sistema para promover liquidez e juros tendendo ao campo nulo ou negativo. Na política fiscal através de redução de impostos.

Certamente isso trará consequências no futuro com o excesso de dólares no sistema, mas isso é um problema para o futuro. Ainda há outras ferramentas para serem utilizadas caso o cenário piore.

Na parte de saúde tem-se várias frentes e uma delas é o isolamento das pessoas, porém, a meu ver é insustentável por muito tempo do ponto de vista econômico. No entanto, as pesquisas avançam e há esperança de tratamentos combinados ou alguma flexibilização controlada dos isolamentos.

Ainda tudo bastante incerto nessa linha.

Racional vs Emocional

É importante termos calma neste momento para não tomarmos decisões precipitadas. Cada crise tem sua natureza, mas todas do passado mostraram que os mercados, embora com volatilidade, avançam em uma direção que é crescendo.

O tamanho do estrago vai ditar o tempo para retomada, mas o empenho dos governos é algo bastante positivo. No pânico, o racional é esquecido. Assusta a cobertura dada pela mídia à pandemia, mas em algum momento vão começar as notícias positivas.

Onde é o fundo do poço?

Ninguém tem essa resposta, inclusive, recentemente em uma carta do famoso gestor do Fundo verde, o mesmo reconheceu que comprou ações muito cedo nas primeiras grandes correções da bolsa.

Disse que subestimou a crise, e poderia ter comprado melhor, mas pensando no médio/longo prazo acredita na sua tese. É fundamental considerar que é a análise de um gestor que está também no meio das incertezas no mercado financeiro.

Olhando para o mercado nota-se muitas empresas negociadas bem abaixo do valor patrimonial. Recentemente uma grande construtora situada no estado de São Paulo anunciou um programa de recompra de ações. Na nota ao mercado dessa construtora, considerou que os preços atuais não condiziam com o valor da empresa e, assim, vai recomprar ações. Esta também é uma análise pontual realizada pela empresa.

Valor real vs Valor atual

De fato, na análise de uma empresa, deve-se considerar o fluxo de caixa futuro para se avaliar o valor justo da empresa. Certamente essa crise vai impactar as empresas, a dúvida é se o impacto é tal que se traduz nos preços atuais?

Os fundos de bons gestores estão de olho no mercado avaliando as empresas e onde alocar os recursos. Nessa linha, as escolhas deveriam considerar empresas muito sólidas as quais conseguem passar pelas crises.

O que fazer em momentos de incerteza no mercado financeiro

Em momento de pânico não fazer nada pode ser o melhor a ser feito. São enxurradas de e-mail mandando trocar posições, mandando alocar em seguros e ficamos até tontos.

Resgatar investimentos nesse cenário de emocional à flor da pela o risco é grande de se fazer besteiras. Eu sugiro (quando for fazer alguma mudança) pense como deverá estar o mercado daqui a 5 anos. 

Uma outra sugestão é, se resolver fazer alocação em renda variável, que o faça aos poucos, porque não podemos ter certeza que ainda não haverá mais pânico.

Abra sua conta e comece a investir

É possível que em breve anunciem algum medicamento poderoso que mude os rumos dessa epidemia, mas também é possível que nada disso ocorra para os próximos meses e haja mais pânico com aumento do numero de mortos mundo afora.

Para quem for alocar nesses momentos de pânico, a sugestão é fazer alocações aos poucos pelas incertezas fortes ainda existentes.

As epidemias tem um ciclo

O importante neste momento é manter a calma e cuidar da saúde. No que precisar de mim seja para análise de investimentos, seja para trocar uma ideia ou simplesmente conversar, clique aqui!

Lembre-se que não existem culpados numa crise dessas, ninguém tinha bola de cristal para prever o impacto de um vírus e a prova disso é que as incertezas no mercado financeiro nesse momento continuam enormes.

A diversificação em bons ativos respeitando o perfil de cada um é o que podemos fazer para trazer proteção e certa tranquilidade em momentos de muito estresse dos mercados.

Quer saber mais sobre o cenário atual do mercado financeiro? Clique aqui

Abra sua conta!

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Comentário
Nome