Quando pensamos em investimentos para aposentadoria, uma das primeiras ideias que nos vem na mente é a Previdência Privada. Mas quando nos deparamos com uma enorme quantidade de produtos disponíveis no mercado financeiro, ficamos indecisos se realmente é um bom investimento, comparado com os fundos de investimento em renda fixa, fundo multimercado ou ações, por exemplo.

Confesso que algum tempo atrás, também tinha algumas ressalvas em relação a esta modalidade de investimento.

Isso porque, muitas vezes, cobravam taxas de carregamento na aplicação e também taxas de saída, tornando os custos muito elevados e não sendo tão atrativas. O que muitos não sabem é que, hoje, grande parte das aplicações não cobram mais estas taxas, o que as torna uma excelente opção para o longo prazo.

Download Planilha Aposentadoria

Por que você investir em Previdência Privada?

1. Planejar o Futuro

A principal vantagem da Previdência Privada ou Previdência Complementar, é servir como complementação de renda para quando estivermos em uma idade mais avançada, nos promovendo mais tranquilidade no futuro e não depender somente daquela do INSS. Pois, como diria Peter Drucker, “a melhor maneira de prever o futuro, é cria-lo”.

2. Débito Automático

No momento em que encontrar o fundo de previdência que mais se enquadra ao seu perfil, você cadastra os depósitos mensais no débito automático da sua conta corrente e todo mês, aí então, faça chuva ou faça sol, você estará investindo no seu futuro. E com certeza depois de 10, 20 ou 30 anos, você irá se agradecer por ter feito este processo. Então o quanto antes começar melhor.

3. Planejamento Sucessório

Outra vantagem é a proteção financeira para sua família, pois os fundos de previdência privada não entram em processo de inventário, e no momento da contratação você escolhe os beneficiários da pensão. Este é um ponto delicado, mas como nunca se sabe, é importante ponderar esta questão.

Quem já teve algum caso na família em que precisaram elaborar o inventário, sabe o quanto é custoso, burocrático e demorado na maioria das vezes ou quase sempre.

4. Sem incidência do imposto come-cotas

Quem é investidor ou entende do assunto, sabe que o governo cobra em alguns fundos, este imposto a cada 6 meses, diminuindo consideravelmente os rendimentos. Normalmente no curto prazo ele não faz muita diferença, alguém pode achar. Mas como estamos falando em um investimento para mais de 10 anos, no montante final a diferença será grande.

Em uma simulação com investimento inicial de R$100.000,00 e juros anuais de 10%, sem aportes adicionais a diferença após 20 anos de rendimento chega a quase R$80.000,00 e se for em 30 anos a diferença pode chegar a mais de 300 mil reais. Observe que em 10 anos a mais, quase que quadriplica o volume que você deixa de receber no final.

Veja na imagem abaixo a diferença exata em 30 anos, com aporte inicial de 100 mil.

Previdência Privada

5. Benefício fiscal de curto prazo

Para investidores que utilizam formulário completo para declarar Imposto de Renda (IR), há a possibilidade de abatimento fiscal das aplicações no plano PGBL. Aqui você pode deduzir o valor pago na sua declaração em até 12% da renda bruta tributável.

6. Beneficio fiscal de longo prazo

Após 10 anos você pode atingir a alíquota de 10% sobre os rendimentos no momento do resgate o que na maioria de outros fundos esse imposto é de pelo menos 15% mesmo após este mesmo período.

Quer saber mais sobre Previdência Privada? Falei com um Assessor de Investimentos clicando aqui. É gratuito!

7. Portabilidade de Previdência

Com o passar do tempo as coisas podem mudar e o que hoje é um bom investimento, pode não ser mais no futuro.

Isso pode acontecer por vários motivos, mudança da equipe de gestão, aumento de taxas, surgimento de outro fundo previdenciário com melhores resultados, entre outros.

É neste momento que a portabilidade se torna extremamente relevante, porque não é necessário sacar o dinheiro investido e pagar o imposto naquele momento, deixando para pagar só no final. Então você pode trocar de plano sem o respectivo resgate, mesmo que o fundo seja de outra instituição financeira com a qual tenha sido contratada no início.

8. Gestoras altamente qualificadas

Com o passar dos anos, muitas gestoras foram surgindo, aumentando muito a concorrência entre elas. Isto faz com que cada vez mais, tenham que entregar melhores resultados a seus clientes e quem ganha com isso somos nós. Grandes gestoras foram criadas nos últimos tempos e muitas virão, as mais antigas tem se qualificando e aperfeiçoado sua gestão, que atraem todos os dias mais interessados neste modelo de investimento.

Dica: Procure planos com ZERO de taxa de carregamento de entrada e saída. Leve em conta todas os custos e resultados de seu plano, uma diferença de 1% a mais ao ano em um plano de previdência, após 30 anos os valor final aumentará consideravelmente, no mínimo será 1/3 maior.

Antes investir em Previdência Privada

A Previdência Privada é uma ótima opção para diversificação da carteira, independente do perfil do investidor.

Se você ja possui investimentos em previdência complementar, compare ela com outras do mercado e analise não só os rendimentos, mas também quem são os gestores e qual o seu histórico e reputação no ramo.

Antes de tomar qualquer decisão, consulte um Assessor de Investimentos, que ele recomendará as melhores opções disponíveis. 

Abra sua conta!

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Comentário
Nome