7 dicas para você investir em ações

0
7 dicas para investir em ações

Em março e abril de 2020, tivemos um aumento de 400 mil novos investidores na Bolsa de Valores Brasileira. Este número mostra que, mesmo com o cenário incerto em função da pandemia do Coronavírus, muitos viram a Bolsa como uma oportunidade para obter mais rentabilidade em seus investimentos e começar a investir em ações.

No resumo do mercado de capitais do dia 18 de maio, abordamos sobre a rentabilidade histórica da Bolsa de Valores e comparamos com a Renda Fixa. Você não vai acreditar no resultado, clique aqui para conferir!

1. Não invista em ações!

Não invista em uma ação porque alguém te disse que é legal ou só pelo motivo de estar “subindo”.

Invista em empresas com bons indicadores (falamos sobre eles no post anterior), boa participação de mercado, boa governança e uma gestão sólida. Pense em investir em empresas que você ficaria confortável em ter, mesmo se o mercado ficasse fechado por 10 anos.

ebook ações

2. Maior mito da Bolsa

O maior mito da Bolsa é o da riqueza rápida e fácil. Se fomos analisar, os grandes investidores são aquels com foco na diversificação e longo prazo, como: Warren Buffett e Luiz Barsi. Eles investem há décadas em ações de boas empresas com bons fundamentos.

Estude o mercado e as empresas, foque no longo prazo e siga sua estratégia.

3. Comprar R$1.000,00 em ações por mês ou R$3.000,00 a cada 3 meses?

Para decidir qual é o melhor para você, antes de mais nada você deve pensar na sua estratégia de investimento.

Depois disso, você deve considerar outros 2 pontos:

1. Custos com corretagem

Calcule qual será o impacto financeiro em seus investindo a cada 3 meses ou todo mês, de acordo com os preços da sua corretora.

2. Oportunidades

Podem e devem surgir muitas oportunidades no período, como os 6 circuit breakers que tivemos em Março deste ano. Esperar três meses pode fazer com que você deixe boas oportunidades no caminho.

Portanto, você deve analisar o que é melhor para você, de acordo com sua capacidade financeira, seus objetivos, perfil e sua estratégia de investimentos!

4. Investir em ações no mercado fracionário ou comprar o lote padrão de ações?

Investir em ações no mercado fracionário é uma opção muito viável para o pequeno investidor, que tem uma capacidade limitada para realizar aportes. Além disso, muitos papéis têm valores elevados para serem comprados no lote padrão (100 ações).

Entretanto, o investidor deve ficar atento, nem todos os ativos possuem alta liquidez no mercado fracionário e também podem apresentar preços diferentes do mercado de lote padrão.

5. Quais as melhores ações da Bolsa, independente de preço?

As melhores empresas da Bolsa são aquelas que possuem bons indicadores, como o de rentabilidade (EBITDA, ROE, ROI, etc), além de uma gestão sólida, estruturada.

Itaú, Bradesco, WEG e Vale são alguns exemplos nesse quesito, mas existem diversas boas empresas na bolsa.

A sugestão para o investidor é fazer uma lista de empresas para acompanhar, realizar uma análise dos indicadores e de seu respectivo mercado, pois, apesar de ser uma ótima empresa, se você pagar caro por ela, pode ser um péssimo negócio.

Quer montar uma carteira diversificada e ser sócios das maiores empresas do Brasil? Clique aqui e agende uma conversa gratuita com um Assessor!

6. Investir em Ações: Small Caps ou Blue Chips?

As grandes empresas da Bolsa, as Blue Chips, tendem a ser menos arriscadas e endividadas, além disso, distribuem mais dividendos. Estes fatores contribuem na redução da volatilidade no preço das ações e ainda aumentam a sua renda passiva.

Por outro lado, as Small Caps, são focadas em crescimento e realizam investimentos de forma mais robusta. Deste modo, podem evoluir seus resultados rapidamente, refletindo em uma maior (des)valorização de suas ações. Entretanto, os preços das ações são bem mais voláteis durante cada pregão, o que traz mais risco ao investidor.

Os grandes investidores do mercado, como Luiz Barsi, montam uma carteira diversificada com empresas Blue Chips, que pagam bons dividendos, e com boas empresas Small Caps, focadas no crescimento.

7. Monitore seus investimentos

Acompanhe o mercado, os resultados (indicadores) da empresa e as decisões dos executivos da companhia. Mantenha-se atento as mudanças e estude as empresas que você investe.

Faça o dever de casa!

Assessor de Investimentos

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Comentário
Nome