PMI divulgado: atividade econômica em abril

0
PMI ao redor do mundo

Os amplamente esperados PMI do mês de abril foram divulgados nestes últimos dias em todas as economias globais relevantes. O Índice Gerente de Compras, calculado pelo Instituto Markit, é um importante indicador de fôlego das atividades econômicas. Sua relevância a nível global se deve, principalmente, pela agilidade nas pesquisas e disponibilização dos relatórios.

Nesta rodada de PMI, foi possível detectar o impacto do lockdown em diversos países durante o mês de abril.

Conforme esperado, as economias sofreram retração significativa no mês passado, seguindo a mesma dinâmica observada na China um mês antes, que entrou mais cedo na crise, porém saiu mais rápido também.

PMI da Zona do Euro

Na zona do euro, o Índice Gerente de Compras mergulhou do patamar já considerado muito baixo dos 44,5 pontos em março para 33,4 pontos no mês de abril, mostrando colapsto total da atividade manufatureira. É a leitura de atividade industrial mais baixa da história da pesquisa, iniciada em 1997. O atual nível de contração superou levemente o pior momento registrado na crise do subprime, em 2008.

O expressivo recuo no indicador da zona do euro segue as mesmas justificativas para as demais economias globais: combinação de fechamentos de fábricas, comércio e isolamento social impactando diretamente na queda da demanda e escassez de oferta, o que revela uma quase paralisação das atividades econômicas.

Índia

A Índia, que vem crescendo muito forte nos últimos anos, mantendo ainda um alto potencial de continuação de um crescimento acelerado longo prazo, sofreu uma contração na atividade manufatureira assustadora.

gráfico PMI India

O Índice Gerente de Compras derreteu de 51,8 pontos no mês de março para incríveis 27,4 pontos no mês de abril, mostrando uma contração sem precedentes na atividade industrial. O impacto na Índia foi muito superior ao provocado pela crise do subprime, em 2008, já que o consumo interno (afetado pelos isolamentos) possui um papel mais relevante na economia local atualmente.

Na Russia, o Índice Gerente de Compras também alcançou a pior marca da história, superior ao vale de 2008. O índice caiu de 47,5 pontos em março para 31,3 pontos em abril. O mesmo pode ser observado no Brasil, onde a atividade manufatureira registrou no mês de abril seu pior resultado da história, superando o impacto negativo provocado pela crise do subprime.

Brasil

O Índice Gerente de Compras do Brasil recuou de 48,4 pontos em março para 36,0 pontos em abril. Mesmo com o câmbio mais atrativo para exportações, houve queda significativa de novos negócios no comércio internacional, já que grande parte dos parceiros comerciais estavam em lockdown no mês passado.

gráfico PMI Brasil

Entretanto, o PMI do Brasil foi menos pior do que a Rússia e Índia, por exemplo, o que pode ser explicado pela intensidade comercial do Brasil com a China, país que já está retornando à normalidade.

China

O Índice Gerente de Compras da China oscila em torno da região dos 50 pontos, o que revela estabilidade da atividade manufatureira. No mês de abril, o indicador ficou em 49,4 pontos, mostrando, por enquanto, uma recuperação em V na atividade industrial local.

gráfico PMI China

Nos Estados Unidos, o Índice Gerente de Compras recuou de 48,5 pontos em março para 36,9 pontos em abril. Apesar de a contração da atividade industrial ter sido acentuada, o nível não superou o pior momento provocado pela crise do subprime.

Uma das razões para justificar a queda num ritmo menos pior do que o observado em 2008 pode estar na atuação preventiva do FED (Federal Reserve – Banco Central dos Estados Unidos) com os cortes de juros e aumento na potência dos programa de compras de ativos.

Quer saber como o Cenário Macroeconômico impacta em seus investimentos? Converse com um Assessor clicando aqui. É gratuito!

Por outro lado, países que souberam administrar relativamente bem a pandemia do coronavírus tiveram resultados econômicos bem menos catastróficos. Na Coreia do Sul, o Índice Gerente de Compras caiu para 41,6 pontos em abril, razoavelmente distante da marca neutra (50 pontos), mas também não tão assustador quanto a marca de 30/35 pontos observada em várias outras economias.

A contração atual na Coreia do Sul também não superou o pior momento da crise do subprime.

Taiwan

Em Taiwan, o Índice Gerente de Compras caiu de 50,4 pontos em março para 42,2 pontos em abril. A contração atual da atividade econômica local está dentro do nível observado em outras crises menores do ponto de vista global.

gráfico PMI Taiwan

Além disso, a queda da atividade em Taiwan está muito longe de alcançar o pior momento econômico registrado na crise do subprime, o que revela, até o momento, eficácia das autoridades locais no combate à pandemia.

Assessor de Investimentos

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Comentário
Nome