Menos de 0,5% da população Brasileira investe em ativos internacionais, números bem menores do que apresentam os nossos vizinhos Argentina e Chile, por exemplo!

O Brasileiro sofre de algo chamado Home Bias, que no mundo dos investimentos significa comprar apenas ativos locais, sem se expor a ativos e moedas internacionais. E isso, no caso do Brasil, é algo que pode atrapalhar um pouco os nossos investimentos. Por isso, listamos aqui 4 Motivos para você dolarizar os seus investimentos.

1- Instabilidade Política e Econômica no Brasil

O Brasil tem uma longa história de instabilidade política e econômica.

Nosso país tem uma democracia ainda bem jovem e por conta disso já presenciamos diversas crises internas em sua história, como por exemplo o confisco da poupança em 1990, a hiperinflação nas décadas de 80 e 90, dois impeachments, greve dos caminhoneiros e inúmeras outras que, com certeza, você se recorda muito bem.

Além das nossas crises internas, o Brasil também sofre muito quando ocorrem crises internacionais, como em 2008 e nesse ano de 2020.

E quando esses cenários de crise se materializam, o dólar, como moeda forte mundial é visto como um porto um seguro pelos investidores que procuram o dólar como segurança e, por isso, tende a se valorizar em cenários de crise.

2- Diversificação Global

O Brasil, apesar de ser um país de dimensões continentais, grande população e vastas reservas naturais, representa apenas 1% do mercado de capitais mundial, sabendo disso, você acha interessante expor todo o seu capital somente a esse 1% e ignorarmos os outros 99%?

Creio que você concorde comigo que a resposta é não. Imagine ter todo o seu dinheiro investido no Brasil e se privar de investir em economias pujantes como a Americana e a Chinesa, por exemplo… Isso não parece muito bom, não é mesmo?

Além disso, diversificar geograficamente os seus investimentos também é extremamente importante.

3- Valorização do Dólar nos últimos tempos

Outro ponto muito importante (talvez o mais importante) é que tendo investimentos dolarizados na nossa carteira, nós protegemos nosso portfólio de possíveis subidas do dólar contra o real, o que vem sendo constante nos últimos anos, como podemos ver no gráfico abaixo, retirado do site do Bacen.

dólar

Isso é muito relevante para a nossa carteira porque muitas das marcas que consumimos no nosso dia a dia são da economia americana e diretamente atreladas ao dólar (Apple, Microsoft, Netflix e etc.) e, quando o dólar se valoriza frente ao real, nós acabamos empobrecendo em termos globais. Isso fica muito claro quando viajamos ao exterior, por exemplo.

4- Descorrelação Dólar/Ibovespa

Um efeito muito importante que os ativos internacionais (principalmente os dolarizados) trazem para o nosso portfólio é a descorrelação que eles, historicamente, apresentam para com o Ibovespa e a economia Brasileira em geral, dessa forma, quando a bolsa cai, os ativos dolarizados tendem a se valorizar e vice-versa.

Um pouco dessa descorrelação se perdeu nos últimos tempos por conta das políticas econômicas do atual governo. Porém, se olharmos no gráfico abaixo, vamos ver claramente essa descorrelação histórica entre a bolsa brasileira e o dólar.

Correlação Ibovespa x Dólar

Depois de todas essas informações, você deve estar se perguntando: “Como posso internacionalizar meus investimentos?” Bem, existem algumas opções, tais quais BDRs, fundos cambiais, fundos internacionais, fundos de BDRs, etc.

O ideal é você procurar o seu assessor e achar a opção que melhor se encaixe ao seu perfil e à sua carteira, só não deixe de internacionalizar e dolarizar seus investimentos. Clique aqui!

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Comentário
Nome